20 Novembro, 2018

webmail

Estudantes terão acesso livre em feiras e eventos no município

sartrio_24-10_640.jpg 

Estudantes terão acesso livre em feiras e eventos no município

Pensando no imprescindível papel social cumprido pela educação, o vereador Oscar Sartório (PR), teve aprovado, na noite de ontem (26), projeto de sua autoria, assegurando acesso gratuito a eventos para os estudantes do ensino médio e fundamental. A lei prevê livre entrada em feiras de negócios, feiras temáticas ou de exposição de produtos industriais, de tecnologias, agronegócios, amostras culturais, artísticas etc., e todo tipo de acontecimento que possa propiciar alternativas de lazer e cultura para os jovens.

A gratuidade de que trata esta Lei é extremamente ampla, e se dará em qualquer dia da semana, no horário que compreender o funcionamento do evento, apenas, mediante a apresentação da carteira de estudante e do respectivo documento de identidade.

Além disso, os responsáveis pelo evento deverão afixar, na bilheteria ou em local de fácil leitura, cartaz contendo o número desta Lei e o direito por ela instituído. O descumprimento do dispositivo acarretará ao infrator sanção administrativa na forma de multa de 100 (cem) URMs, a ser aplicada em dobro no caso de reincidência.

FERRAMENTA - Sartório festejou a aprovação do projeto, sustentando que a educação é umas das áreas mais essenciais da sociedade, na medida em que transmite às modernas gerações, o conhecimento necessário à sua inserção na sociedade. Segundo observa o parlamentar, o acesso aos bens materiais e intelectuais, tecnológicos e culturais depende da aquisição do conhecimento por parte dos indivíduos, algo que, portanto, nunca pode ser cerceado. "A educação é a única ferramenta que pode conduzir a um desenvolvimento harmonioso, reduzindo as desigualdades existentes na nossa sociedade. A educação e o conhecimento são as ferramentas que podem construir uma sociedade mais justa, fazendo com que os estudantes possam desenvolver seus talentos e potencialidades, assim, proporcionando o aperfeiçoamento das faculdades humanas", comentou o parlamentar, acrescentando que, os jovens mais carentes precisam ter suas oportunidades ampliadas ao máximo, o que, certamente, irá refletir no bem comum da sociedade.