22 Outubro, 2018

webmail

Câmara contrata arquiteto para analisar adornos do Palácio João Neves da Fontoura

 
 
 
A Mesa Diretora da Câmara de Vereadores assinou contrato, nesta segunda-feira (05), com o arquiteto Thiago Faccin Cazarotto, que será o responsável pela análise dos ornamentos da sede do Legislativo Municipal. O arquiteto terá 30 dias para a entrega do laudo técnico das colunas e dos adornos do Palácio João Neves da Fontoura, com a indicação das providências necessárias para garantir a segurança das estruturas.
 
Histórico
 
Dois adornos da fachada do prédio da Câmara caíram em um período de duas semanas, entre o final de 2017 e o início de 2018. Segundo relato de taxistas, o primeiro adorno de concreto caiu no final de semana do Natal. No primeiro dia útil após o feriado, o então presidente Paulão Trevisan (PDT) solicitou, por meio do Ofício nº 1126/17, disponibilização urgente de engenheiro ou arquiteto da Prefeitura para avaliar os ornamentos do Palácio Legislativo.
 
Como o prefeito não respondeu o documento no prazo requerido, o novo presidente do Legislativo, vereador Igor Noronha (PMDB), encaminhou outro ofício reiterando o conteúdo do anterior e solicitando urgência. A Prefeitura, então, respondeu informando que não possuía profissional capacitado para esse estudo. Tão logo recebeu a resposta, o presidente Igor deu início a um processo administrativo para contratação de arquiteto para proceder à análise da estrutura.
 
Intervenções prévias
 
Ainda em janeiro, a Câmara de Vereadores concluiu a construção de um túnel para ingresso de servidores, vereadores e demais munícipes no Palácio e instalou tapumes no entorno do prédio, de forma a garantir a segurança das pessoas que transitam pelas ruas Sete de Setembro e Andrade Neves. A medida visa evitar que, no caso de mais um dos adornos do prédio ceder, esse atinja quem esteja próximo do prédio.
Entrada
 
Em razão dos tapumes, a entrada ao Palácio João Neves da Fontoura está sendo realizada apenas pela entrada lateral do prédio, na Rua Andrade Neves. Na entrada principal, foi instalada uma placa indicando a alteração, de forma a evitar eventual dúvida quanto ao ingresso na Casa Legislativa.