24 Outubro, 2018

webmail

Mês da mulher: Câmara homenageia promotora de justiça e recicladora

 
 
A Câmara de Vereadores realizou, na noite desta quinta-feira (15), sessão solene do Dia Internacional da Mulher. A solenidade, que integra as atividades realizadas no município durante o mês de março alusivas à data, homenageou a promotora de Justiça Giani Saad e a funcionária da Cocari (Cooperativa de Trabalho dos Recicladores Solidários de Cachoeira do Sul) Iara Rodrigues Cunha.
 
Antes dos pronunciamentos, foi apresentado um vídeo com a manifestação de diversas mulheres, que falaram sobre o que é ser mulher nos dias de hoje. O vídeo contou com a participação de lideranças femininas e representantes de entidades cachoeirenses.
 
Na tribuna, emocionada, a recicladora Iara Rodrigues da Cunha, uma das protagonistas pela iniciativa de criação da Cooperativa das Catadoras e de estruturação do Conselho das Mulheres de Cachoeira do Sul, agradeceu a homenagem e resumiu: “Estou feliz de estar aqui com vocês”.
 
Na sequência, a promotora de justiça Giani Saad, que atua em Cachoeira do Sul há 13 anos, falou sobre o significado do reconhecimento prestado pela Câmara. “Que noite! Já estive nesta tribuna muitas vezes para tratarmos de diversas questões, como a questão da gasolina, CPIs, saúde pública, Conselho Tutelar, proteção animal, casas geriátricas, drogas, e mais recentemente, no ano passado, pela efetiva construção de uma política pública para as mulheres e transexuais, em apoio à diversidade. Porém, há alguns dias, a vereadora Daniela entrou em contato comigo e disse que dessa vez eu não viria à Casa por uma causa, mas porque os representantes do povo de Cachoeira do Sul, em nome dessa comunidade, entenderam por me dar essa homenagem. A partir daí, aconteceu algo muito mágico, pois houve um efeito de amor na minha vida. Caminhava na rua e vinha uma pessoa me dar um abraço pela homenagem. Da mesma forma aconteceu no restaurante, na farmácia, no colégio dos meus filhos e em tantos outros lugares. Por isso, além dessa linda placa que me acompanhará a carreira inteira, eu agradeço pela essa onda de energia boa que essa iniciativa me proporcionou”.
 
Em seu discurso, Giani também externou sua admiração pela outra homenageada da noite. “Eu conhecia a Iara pessoalmente na última terça-feira, quando tivemos a alegria de receber outra homenagem na Escola São Pedro. E lá me encantei com ela. O que a Iara foi modesta de não dizer nesta noite, eu vou dizer. Aos 21 anos, cansada da exploração e exausta de uma remuneração injusta de trabalho e de uma carga pesada, reuniu um grupo de mulheres sofridas, com poucos recursos, mães solitárias de famílias e emocionalmente desamparadas e disse: ‘nós seremos as nossas próprias chefes. Da força de nosso trabalho sustentaremos nossos filhos’. A Iara é uma mulher que não teve a sorte de ter tido os estudos que meus pais me proporcionaram, mas que teve um resultado e uma ideia que, muitas vezes, em reuniões e reuniões, técnicos não tem. E, com isso, ela criou sozinha três filhos, e, infelizmente, recentemente perdeu todos os seus bens em um incêndio. Mas a vida dura não tirou o sorriso maroto da Iara. E os amigos dela aqui sabem que eu não minto. E isso nos mostra que a mulher não precisa se afastar da ternura, pois tem uma força de vontade e um enorme desejo de, acontecer o que acontecer, seguir em frente. Tu nos inspira, Iara. Me honra estar contigo esta noite”, enalteceu a promotora.
 
Presenças
 
Além dos vereadores, participaram da solenidade o juiz de direito Daniel Berthold, a diretora das Promotorias de Justiça de Cachoeira do Sul, Débora Becker, o diretor da Defensoria Pública do Estado em Cachoeira do Sul, Walter Willig, os promotores de justiça Maristela Schneider e Gabriel Fontana, a secretária Municipal de Educação, Ana Margarete Vivian Machado, o ex-prefeito Neiron Viegas, e representantes da APAE, Cpers/Sindicato, 8ª Coordenadoria Regional de Saúde, da Liga Feminina de Combate ao Câncer, do Corpo de Bombeiros, da Compppir, da Assoarte, do Núcleo de Cultura, da Coordenadoria Municipal de Políticas Públicas para as Mulheres, do Conselho Tutelar, do Colégio Sinodal Barão do Rio Branco e da Paróquia Evangélica de Confissão Luterana de Cachoeira do Sul.