21 Maio, 2019

webmail

Vereadores e diretoria do Siprom discutem medidas após suspensão da lei de eleição dos diretores escolares

 
O presidente do Legislativo, Carlos Alberto (PP), e os vereadores Itamar Luz (PSDB) e Telda Assis (PT), receberam, nesta quarta-feira (08), a Diretoria do Siprom (Sindicato dos Professores Municipais de Cachoeira do Sul) para discutir questões referentes à suspensão da lei que prevê a eleição de diretores das escolas municipais. A Lei 3757/07 foi suspensa em caráter liminar pelo Tribunal de Justiça, em setembro do ano passado, através de ação direta de inconstitucionalidade.
 
No encontro, o Sindicato quis ouvir dos vereadores o que foi tratado em reunião realizada ontem (7), entre o prefeito os membros da Comissão de Educação do Legislativo, integrada pelos vereadores Itamar Luz, Telda Assis e Azevedo da Susepe. “Temos tentado conversar diretamente com o prefeito e o vice-prefeito sobre o assunto, mas, infelizmente, eles não querem nos receber”, lamentou a presidente do Siprom, Josie Rosa.
 
Conforme relato pelos parlamentares, Ghignatti garantiu que não irá editar decreto para regulamentar a indicação dos diretores, em substituição à eleição dos cargos pela comunidade escolar. “Ao contrário, afirmou irá prorrogar por portaria o mandato dos atuais diretores até o final de seu governo”, disse Telda, tranquilizando os professores.
 
Diante do anunciado, a presidente do Siprom sugeriu a realização de reunião dos professores com os vereadores, na próxima semana, para que os parlamentares transmitissem aos diretores e demais professores o que foi tratado e acordado com o chefe do Executivo na reunião. Os parlamentares aceitaram de pronto a sugestão. “Não queremos baderna, queremos organizar, queremos dar uma resposta à categoria”, destacou Elaine Paz, vice-presidente do sindicato. A data será agendada no decorrer desta semana.