19 Setembro, 2019

webmail

Sessão Solene da Semana da Pátria destaca os 197 anos de independência brasileira

 
 
 
A Câmara de Vereadores realizou, na noite desta segunda-feira (02), sessão solene alusiva à Semana da Pátria. A solenidade, que é realizada anualmente e está prevista no Regimento da Câmara, marca as comemorações referentes aos 197 anos de independência do Brasil, que se completarão neste sábado, 7 de setembro.
 
O primeiro vereador a se manifestar, Itamar Luz (PSDB) destacou, em seu pronunciamento, a importância dos símbolos nacionais do Brasil. “Os símbolos nacionais são: a bandeira nacional, o hino nacional, as armas nacionais e o selo nacional. Esses símbolos são de extrema importância para nossa nação, pois representam o Brasil dentro e fora do território nacional”.
 
Na sequência, o vereador Igor Noronha (MDB) refletiu sobre a celebração da data. “Estamos aqui para exaltar a pátria brasileira e lembrar que precisamos lutar para que a verdadeira independência seja efetivada dia a dia. Não aquela independência política da colonização portuguesa, mas a independência interna, a independência daquilo que nos prejudica. Seremos uma nação forte e verdadeiramente independente pela atitude das pessoas. Devemos ter por conduta, na promoção de nossa independência interna, os seguintes princípios de vida: a ética e a integridade como básicos, a liberdade com responsabilidade, o respeito às leis e aos direitos dos demais cidadãos, o amor pelo trabalho como ferramenta de promoção pela dignidade”.
 
O vereador Jorginho Fialho (PRB) lembrou a luta do povo brasileiro ao longo de sua história. “Nessa semana em que comemoramos a Semana da Pátria, nosso patriotismo se exalta e aflora nossa garra e determinação de luta de país melhor para se viver. Procuramos um país que possamos defender com unhas e dentes e para isso estamos tentando mudar. Não quer dizer que mudança rume sempre para caminhos mais prósperos, mas mostra que estamos indignados e que faremos movimentos de ordem e progresso de nossa nação”.
 
Por fim, o vereador Azevedo da Susepe (Cidadania) ressaltou a formação do povo brasileiro. “Recordar a história da Nação sempre se faz necessário. O passado mais distante até os acontecimentos mais recentes ajuda a situar o tempo presente. Esta terra acolheu e acolhe imigrantes em busca de melhores condições de vida para si, para seus familiares e descendentes. Pessoas de povos diferentes encontraram seu espaço como nova pátria. No encontro dessa variedade de origens foi se moldando o povo brasileiro”.